Bar Sobe – Rio de Janeiro

Bar Sobe – Rio de Janeiro

A primeira coisa que me chamou atenção no Bar Sobe no Rio de Janeiro foi que ele é um bar a céu aberto. A decoração é estilo DYI, ou seja, “Do it yourself” com caixotes de madeira, vasos coloridos – daqueles que você encontra na Caçula – luzinhas no teto e quadros diferentes nas paredes. É um lugar para se sentir em casa. E deve ser por isso que fica tão cheio mesmo em dias chuvosos.

Bar Sobe Rio de Janeiro

Fala que não é uma graça?

 

Geralmente abre 18h mas alguns dias pode abrir mais cedo para eventos especiais da casa. Deve-se checar a programação no Facebook deles, aqui. Fui comemorar o aniversário, com uma turma de 8 amigos. Chegamos por volta das 19h e esperamos um pouco no balcão para pegar uma mesa.

Ufa, ainda bem que conseguimos lugar para todos! Não é um lugar que as pessoas comem e vão embora rápido, então as mesas podem demorar a ficar disponíveis. Mas acho que vale a pena a espera. Eles não reservam mesa nos finais de semana.

A casa possuem chopp Amstel – que é uma delícia! Cerveja levinha e no ponto! O atendimento achei bem atencioso.

Bar Sobe Rio de Janeiro

Chopp Amstel no copo Heineken 🙂 Amiguis!

 

Bar Sobe Rio de Janeiro

Salmão selado R$ 29,90

Os drinks da casa são R$ 31,90 e os drinks tradicionais R$ 23,90. Existem 3 opções de jarras bem interessantes por R$ 57,90: Lemon Pie (vodka finlandia infusionada com favas de baunilha e mix citrus), Aperol Spritz (Aperol, Espumante, perrier e laranja) e Santini (licor de açaí, suco de limão, guaraná e espumante). As duas primeiras são muito boas.

Bar Sobe Rio de Janeiro

Bar dos “bons drinks” rs

bar-sobe-rj

1) Palitos queijo coalho com molhos (R$ 24,90).

2) e 3) Burger de picanha com queijo emmental com batata frita (R$ 39,90).

4) Jarra Aperol Sprit´s – Aperol, espumante, soda e laranja. (R$ 57,90).

5) Brigadeiro de colher com farofa de biscoito (R$ 8,90).

bar sobe rio de janeiro

Endereço

Rua Pacheco Leão, 724 D – Jardim Botânico – Rio de Janeiro – RJ

Telefones

(21) 96851-1121

Facebook

https://www.facebook.com/barsobe

Valle Nevado – Chile

Relato por Mari Duarte do blog Seja Um Viajante

Sempre defendi a ideia de que uma viagem era bem mais do que conhecer um novo lugar, visitar um ponto turístico ou simplesmente sair de férias. Viajar é uma experiência e ela deve ser vivida, intensamente em todos os sentidos!

Minha última viagem para fora do Brasil, foi em Dezembro de 2015, para o Chile. Me hospedei na capital Santiago, dali sai para conhecer outros destinos por perto e uma das escolhas foi a ida até o Valle Nevado.

Falando do ponto de vista turístico, o Valle Nevado é um centro de esqui chileno situado na Cordilheira dos Andes, a 46km da cidade de Santiago e atualmente é o maior centro de práticas de esportes relacionados à neve no hemisfério sul. Pessoalmente, não fui até lá para esquiar, nem fui na temporada de neve inclusive. Meu interesse ali era além de conhecer a região era viver toda a adrenalina da subida (que não é um trajeto fácil) e a que a montanha teria para me oferecer.

Viagem para o Valle Nevado

Dezembro não é época de neve no Chile, se você pretende ir com o foco no esqui a temporada é de Junho a Outubro. Sai do meu hotel com a convicção de que frio era algo que eu não enfrentaria por causa da época, mas durante o trajeto as pessoas que ficam na organização da montanha avisam os guias caso a temperatura mude. Esse aviso é feito para que nós turistas, possamos alugar as roupas necessárias para enfrentar os possíveis graus negativos. Pois bem
no meio do nosso caminho de subida, veio o aviso de que o clima no alto da montanha se aproximava dos 0 graus, sim, inesperados 0 graus.

Durante o trajeto existem conveniências para você alugar as roupas para neve, é bem tranquilo. Não arrisque a subir sem elas caso sejam avisados dos graus baixos na montanha, você não vai conseguir aproveitar, esse é o melhor conselho que eu posso dar para que seu passeio seja perfeito!

Quando cheguei no alto da montanha, depois de um caminho de mais ou menos 1h30 incluindo mais de 60 curvas bem puxadas, o frio prevalecia. O que tornou minha experiência ainda mais interessante foi passar por esse inesperado e logicamente, nevou!

Viagem para o Valle Nevado

A cada passo que eu dava no Valle Nevado a sensação de grandiosidade da natureza era sem igual. A montanha, a terra, a neve, tudo junto transformou aquela paisagem em algo que parecia surreal diante do que eu esperava conhecer. Sentei um pouco no ponto mais alto que consegui chegar e fiquei apenas admirando, pensando. O silêncio é grande lá em cima o que torna sua reflexão ainda mais prazerosa.

Tive outra sorte, ver o Condor dos Andes a ave que é símbolo do Valle Nevado e de toda a Cordilheira! Não é sempre que ele da as caras por lá, tem épocas mais propícias também, mas como a sorte estava a favor da minha experiência nesse dia, ele apareceu.

Não esquiei que é a tração principal do Valle Nevado, mas vivi muito mais coisas naturais e intensas que a montanha pode me oferecer. De todas as minhas viagens foi um dos melhores momentos, como turista, como pessoa.

Se você for ao Chile, dedique um dia da sua viagem e vá viver as experiências do Valle Nevado!

*Vídeo da ida ao Valle Nevado

Visite o site e as redes do Seja um Viajante!
www.sejaumviajante.com.br
www.facebook.com/blogsejaumviajante
www.youtube.com/channel/UCjyQwQHMujzAynPEdov8yHw

2 Comentários

  1. Lulu Freitas | Let's Fly Away

    Estive dia desses lá e também curti muito. Achei os drinques excelentes. Tomei um que misturava espumante e chocolate super diferente e muito bom! Excelente post e dica 🙂 Parabéns!

    Responder
    • foradecasa

      Hummm! Obrigada pela dica! Vai ficar para a próxima! Obrigada! 🙂

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Summary
Bar a céu aberto em pleno Jardim Botânico - Bar Sobe
Article Name
Bar a céu aberto em pleno Jardim Botânico - Bar Sobe
Description
A primeira coisa que me chamou atenção no Bar Sobe no Rio de Janeiro foi que ele é um bar a céu aberto. A decoração é estilo DYI, ou seja, "Do it yourself" com caixotes de madeira, vasos coloridos. É lugar para se sentir em casa.
Author
Publisher Name
Fora de Casa
Publisher Logo

Posts que você pode gostar